quinta-feira, 3 de março de 2011

O Bloco do Lixo

Dessa vez vou contar um fato que aconteceu com as crianças durante o Carnaval.

Todos os anos nós alugavamos uma casa na praia em Natal e deixavamos as crianças lá durante a semana com Tio Peixe e Evani, só nos finais de semana é nós dois íamos pra lá e assim foi por muitos anos.

Quando terminava o veraneio, as crianças ficavam inquietas até começar as aulas,  todos os dias queriam sair de casa, então eu os trazia todos os dias para a casa da vovó deixava um em cada avó já que moravam bem perto uma da outra, assim dividia o trabalho que eles davam e evitava que fossem arengar (brigar).

Mas as crianças do bairro se juntavam para andar na rua batendo em latas dizendo que era o bloco do lixo. Os dois capetinhas eram bem espertos e combinaram que quando eu os deixasse e seguisse para o meu trabalho eles se juntavam as outra crianças e ficavam nessa bricadeira rua acima rua abaixo, até que um dia minha mãe vinha da mercearia e encontrou esse monte de crianças nessa algazarra, eram tantos e alguns estavam fantasiados que ele nem os reconheceu, mas Lindnara que era muito simpática quando viu que a vovó não a estava reconhecendo, gritou toda feliz "VOVOOOO" dando com a mão. Minha mãe ficou muito surpresa com esses meninos na rua quando já eram quase 11:00 e o sol estava bem quente, mas deu com a mão e passou, pois nçao queria ser a vó chata, já que a outra fazia tudo do jeito que eles queriam.

Quando chequei para busca-los, minha mãe me perguntou se eu sabia que esses menimos estavam soltos na rua correndo atras do bloco do lixo, eu muito assustada disse que não sabia e fiquei muito brava. Quando chegamos em casa,chamei os dois para conversar e explicar o quanto era perigoso ficar na rua, Lind muito serelepe foi logo respondendo: AHH é assim, pois agora quando eu encontar vovó na rua não falo mais com ela, ela nem tinha me visto, foi eu que falei com ela, mas agora não falo nunca mais, sabia?

E assim foi mais um carnaval para essas crianças.